Jair Bolsonaro deve ser CASSADO

Ontem, eu ouvi, INDIGNADO, o próprio cãodidato dizer, com todas as letras, que, se Presidente for, índio não terá mais 1 cm de terra, que serão “integrados” à sociedade. À força?! Pois o que mais temos visto, nas últimas décadas, é a conscientização e reivindicação dos indígenas em relação às suas terras legítimas e legitimamente demarcadas, onde cuidam e preservam melhor do que nós.

Esta e outras declarações infelizes fazem do cãodidato um criminoso em todos os sentidos legais possíveis. Num Estado Democrático de Direito, os direitos não são autônomos, mas interligados; você pode ser extremista, neofascista, nazista, mas terá que responder a isso, pois está afetando os direitos dos outros. O que dizer de um sujeito que, arvorado no Estado, pensa que pode dizer e, mais do que isto, FAZER o que quer, atropelando os direitos civis básicos dos cidadãos?!

Sua simples existência política dá voz e legitima atitudes e declarações de ódio, de preconceito, de fobia contra todos o que saem do modelo ultrapassado de macho-branco-monoteísta, de extremismo de seus apoiadores, antes velados, agora escancarados, por causa de sua existência institucional.

Seus “projetos” em destaque, como armar irresponsavelmente a população, dar carta branca para matar, aumentar a violência contra a violência (tratando das consequências e não das causas, como a pobreza e a desigualdade – basta estudar o Atlas da Violência de 2018, que mostrou que as cidades mais violentas são 9 vezes mais pobres do que as menos), privatizar absolutamente tudo (assim o querem Paulo Guedes e seu Instituto Milenium, que fazem do cãodidato mero fantoche para suas intenções neoliberalóides), o seu processo por racismo no STF, a sua mentira sobre cotas, sobre educação de gênero e sexualidade, suas declarações de acabar com a ONU, com o Estatuto da Criança e do Adolescente, e várias outras sandices, tudo isso é o bastante para que ele seja cassado!

Este ano vimos um dos seus apoiadores misóginos matar a própria esposa. Vimos atos isolados ou de extremismo e fascismo, de destruição do outro, legitimados por suas falas perigosas, por sua existência institucional.

A “brincadeira” passou dos limites, já não cabe mais em memes e piadas, já tornou-se criminosa, intransigente, contra o país e contra os próprios brasileiros que se constituíram através do sincretismo, da miscigenação, da pluralidade e multiplicidade de ideias e éticas. No horizonte deste paspalho só há guerra, caos e barbárie.

Jair Bolsonaro deve ser cassado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *