SUGESTÃO DE DUAS NOVAS MATÉRIAS PARA AS ESCOLAS BRASILEIRAS

As escolas brasileiras deveriam ter uma matéria, sobretudo no ensino médio, sobre política, que contemplasse estudo aprofundado sobre REPÚBLICA CIVIL, e também uma matéria sobre direito, voltada para a JURISPRUDÊNCIA.

É urgente.

Muito mais interessante do que defender a democracia de forma vaga e abstrata em disciplinas atravessantes ou supostamente correlatas, estudar REPÚBLICA CIVIL: porque este país ainda não tem uma tradição histórica de valorização da República civil, muito menos de entendimento comum da sua estrutura, em tudo que ela possa ter de dinamismo, participação, descentralização e emancipação.

É urgente também uma matéria sobre leis, direitos e sobretudo sobre JURISPRUDÊNCIA, muito mais do que falar de forma vaga e abstrata sobre direitos humanos. Existem direitos da vida, e a jurisprudência é essencial neste aspecto, porque é ela que interpreta, cria e aplica os funcionamentos concretos da vida social, é ela que faz valer as decisões na sua configuração prática. É a jurisprudência que transforma.

Nós, geralmente, somos leigos para as questões políticas e judiciais mais simples de nossas próprias vidas particulares/coletivas (o estudo de República Civil e de jurisprudência engloba ambos os campos), o que dirá dos planos municipais, estaduais, nacionais e no resto do mundo…

A educação básica brasileira nestas duas áreas costuma ser nula; os impactos seriam muito positivos nas próximas gerações de jovens e, repito, são urgentes do ponto de vista econômico, político, social e humano neste século.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *