(Vídeo) Gilles Deleuze: Cinema e Filosofia – O que é o ato de criação? (Legendas em Português)

Vídeo novo no meu canal do YouTube, outro do Deleuze. Conferência proferida em 1987 e intitulada “O que é o ato de Criação?”, sobretudo no Cinema e na Filosofia. Mais abaixo, uma espécie de “índice” que montei sobre os assuntos a cada minuto em que eles aparecem.

Índice:

00:00 – 3:12 Ideias são tipos potenciais comprometidos com modos de expressão específicos e inseparáveis deles.
3:12 – 6:30 O que o filósofo faz? Cria conceitos.
6:30 – 8:50 O que o cineasta faz? Cria blocos de movimento-duração. (E outras artes e ciências?)
8:50 – 14:22 O limite comum (nas disciplinas criativas) entre espaço-tempo. Tipos de espaço. Bresson.
14:22- 23:55 A especificidade das ideias. O que acontece quando um cineasta quer adaptar um livro? Kurosawa / Dostoiévski.
23:54 – 26:25 Sobre os sonhos e Minnelli.
26:25 – 33:50 O importante é a ideia ser interessante. Outra ideia especificadamente cinematográfica: o ver e o falar. Straub.
33:50 – 36:00 Ter uma ideia não se reduz à comunicação. Informação como palavras de ordem, como um sistema de controle.
36:00 – 37:45 Foucault: sociedade de soberania e sociedade disciplinar.
37:45 – 40:50 Sociedade de controle. Burroughs. Mudança de sistema e de instituições e organizações sociais.
40:50 – 45:14 Como a arte atua enquanto crítica na sociedade de controle? Arte, contrainformação, atos de resistência.
45:14 – 49:14 … Reprise: O que é ter uma ideia cinematográfica? Sobre a disjunção entre som e visão. Straub e o ato discursivo como ato de resistência.
49:14 – As duas faces do ato de resistência: humano e artístico. Ambos resistem à morte. Frase de Paul Klee. Afinidade entre arte e povo. Fim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *