SOBRE AS PESQUISAS DE VOTO PARA PRESIDENTE

1. Vejo pessoas da esquerda (ou pessoas simplesmente lúcidas) preocupadas com as recentes pesquisas…

2. Calma! DataFolha, uma das mais importantes, ouviu cerca de 2.000 pessoas. 😂

3. Piada! Tenho mais contatos aqui no Facebook do que isso… No geral, as outras pesquisas também não ouvem mais do que este número ridículo.

4. Qual é mesmo o número de habitantes deste imenso país?! 2.000 pessoas?! É o equivalente a uma rua! A um prédio! Não pesquisaram nem mesmo em todos os estados!

5. Além do mais, o cãodidato, que não ganha de ninguém no segundo turno, tem míseros 20 e tantos por cento, número baixo, com rejeição recorde de mais de 40 por cento (50 por cento em outra pesquisa), número altíssimo. Não só por sua imagem e reputação contaminadas por todas aquelas suas declarações, mas por ser despreparado para o cargo mesmo: ainda existe inteligência no Brasil.

6. Enquanto isso, Haddad vai crescer ainda mais, é óbvio e esperado; Ciro talvez cresça também ou continuará onde está.

7. Mulheres, vocês são maioria estatística no Brasil, continuem unidas: não votem em fundamentalistas, neoliberalóides e milicos machistas.

8. Esquerdistas raiz: desperdício e bobagem absoluta votar em Boulos neste momento (talvez numa outra eleição), é preciso agora acompanhar e votar num dos dois supracitados, no que estiver mais bem colocado. Lembrem-se que luta e política não acaba com eleição, e é preferível cobrar de um governo mais à esquerda do que à direita, o que dirá de um à extrema-direita…

9. Depois escrevo texto sobre o ponto mais fraco de Haddad, que é a sua delicada conjectura enquanto Lula está preso (e mesmo se estivesse solto e o tivesse ungido), o desafio de sua própria autonomia para não acabar ingovernável e fraco como Dilma, as suas qualidades e feitos enquanto renomado Ministro da Educação e Prefeito de São Paulo, e a sua grande oportunidade, que é o fato do PT, mesmo com alianças criticáveis aqui e ali, ter o compromisso de ter voltado às suas raízes populares, e sobre Ciro Gomes, que, mais experiente, chegaria ao poder com maior estabilidade institucional e social, e da importância de sua extraordinátia visão socioeconômica, embora eu não goste de Kátia Abreu e de outras coisas mais.

10. É isso.

Comments

  • É,a chapa ideal seria Ciro e Haddad,mas seria ego demais pra administrar.Adoraria ver o Haddad presidente,e parece que o cosmo conspira a seu favor – Fernando Collor,Fernando Henrique,Fernando Haddad,o terceiro será melhor que o segundo e infinitamente melhor que o primeiro.

    Ademar Amancio 20 de setembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *