DETRATORES E OPOSITORES DE LULA SÃO MIL VEZES PIORES DO QUE ELE

O que quer que tenha havido entre Lula e o triplex, acho-o eticamente e democraticamente superior a todos seus detratores e opositores.

Juízes e procuradores teocráticos, “cristãos”, narcisos, abastados, procurando aplausos e cometendo graves deslizes jurídicos, generais e outros militares antidemocráticos tentando pressionar a suprema corte, grande mídia interesseira, monopolizando a informação, leigos movidos feito marionetes pela hidrofobia seletiva e pela direita autoritária e corrupta, desmandos escancarados (até quando impunes?) bem na nossa frente vindos do Planalto ilegítimo e do Congresso barganhado, enquanto se faz alvoroço por causa de um caso absolutamente obscuro de pouca consistência jurídica e pouco rigor técnico envolvendo um triplex que, no nome da OAS, foi agora para leilão: DETRATORES E OPOSITORES DE LULA SÃO MIL VEZES PIORES DO QUE ELE…

Francamente! Jamais diria que Lula é santo ou que sem ele não existe mais esquerda, meu candidato para as eleições presidenciais de Outubro é, até agora, outro, porém minha percepção não me permite andar ao lado dessa gente atrasada que, como num complô, foram também decisivos na farsa do impeachment de 2016.

Em nome da ilusória integridade, supostamente contra a corrupção, demagogicamente contra a impunidade, a favor da ordem mentirosa, se rasga a Constituição, se atropela mais ainda a democracia brasileira que sempre mancou, abrem-se brechas para todo tipo de pensamento reacionário e para o estado de excessão policialesco e neofascista que pode atingir eu e você.

Definitivamente existem formas melhores de se combater a roubalheira e a corrupção. Formas criativas de descentralizar o sistema. Reformas políticas, ideias e propostas e projetos legítimos que ampliem e aprofundem concretamente os princípios democráticos da República civil.

Prefiro, neste momento, pautar a Constituição, artigo 5º, inciso LVII, e o Código Penal, em relação a Lula — que tem se defendido legalmente de todas as formas que lhe cabem, que sempre deu independência aos órgãos investigativos, que deseja eleições direitas e debater propostas criativas para a política e para o Brasil — do que todo esse bando infecundo e desprezível, de séculos em séculos hegemônico, que quer levar o país inteiro pro buraco através da força…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *